NÃO PERTURBEM OS MORTOS


É meia-noite. Dois homens estão parados em frente a uma sepultura, ambos seguram uma pá na mão.

— Devíamos fazer uma oração antes — O primeiro homem fala. Ele é baixo, robusto, com braços fortes e um rosto rígido.

O segundo homem balança a cabeça; quase uma década mais novo, é também baixinho, mais magro, e com feições mais amigáveis.

— Faça tu, eu sou Ateísta — Ele ret